Welcome to BookShop Online Shop!

O Lado Obscuro do Colorido

R$ 45,00

O Lado Obscuro do Colorido | Santana; Karen | IBESEC EDITORA | 1ª Edição | São Paulo | Rio de Janeiro | Brochura | 15 x 21 cm | 130 páginas | Revisão e Notas: Roberto Lacerda Barricelli | Capa e Diagramação: Diogo Felipe Cruxen

Prazo de entrega: 05 a 15 dias úteis

SKU: IBOLDC2023 Categorias: ,

Fora de estoque

Descrição

O Lado Obscuro do Colorido é uma reflexão sobre família e a responsabilidade que temos ao constitui-la. A trajetória trágica deste testemunho pessoal que Karen vem nos relatar, começa com o divórcio de seus pais. Tal situação, mostra-nos como relações deterioradas de um casal, afetam a vida, a construção da individualidade e a percepção do mundo de crianças em idade de aprender valores. Temos a oportunidade de vivenciar nessas linhas, tanto a sua reflexão imatura, tomada a partir dos fatos duros da vida, num momento em que as crianças devem apenas brincar e ser felizes, quanto aos descaminhos que esta experiência de infância a leva, numa sequência de decepções e ilusões, pensando, inclusive, em modificar a sua própria natureza intrínseca, como se, ao assumir uma identidade masculina, seria capaz de retomar a sua própria história em outros termos, provavelmente encontrando nessa maneira de ser, a correção da sua própria trajetória de vida.

Karen nos mostra, de uma maneira clara, como funciona o mecanismo da rejeição. No caso dela, veio com o nascimento da irmã onde, segundo podemos perceber no seu relato, houve uma quebra de confiança e falta de perdão. Primeiro, veio a rejeição do pai em relação à mãe. Na sequência, a rejeição da mãe com as filhas e, então, a descoberta, por Karen e sua irmã, da rejeição delas mesmas. A rejeição é um processo de desconstrução da identidade. O indivíduo rejeitado, e que se vê como não aceito, pode vir a criar caminho de mutilações.  Mutilar é o mesmo que cortar, só que, aqui, isso não ocorre no sentido físico, mas espiritual, ou seja, no campo dos valores e autoaceitação. A não aceitação, a perda de referência paterna e/ou materna, em idade tênue, pode levar a pessoa desenvolver um sentimento de auto rejeição. Ou ainda mais, uma necessidade de desconstruir aquilo que se é, em busca da identidade que lhe torne aceito.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O Lado Obscuro do Colorido”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de…

Quick Navigation
×
×

Cart